Reaproveitando alimentos na cozinha

O desperdício de alimentos é recorrente e ocorre em grande escala pelo mundo por diversas falhas que vão desde o cultivo até a comercialização dos insumos. Já no âmbito doméstico, esse problema se dá pela falta de conhecimento da população acerca das propriedades nutricionais dos alimentos ou de seu uso para outras funções.

Com uma boa dose de informação e criatividade, é possível reaproveitar muitos dos alimentos que sobram, não somente em receitas saborosas, mas em produtos de beleza, limpeza e outros.

Mesa farta

O arroz que sobrou de uma refeição pode ser utilizado para o preparo de um delicioso arroz de forno, risoto ou até mesmo bolinhos. E que tal um tutu à mineira, um feijão tropeiro ou um virado? Essas receitas levam as sobras do feijão, que também pode ser componente de saborosos bolinhos. Com a carne assada ou moída é possível fazer croquetes, recheios de tortas e pastéis, molhos, etc. E para a sobremesa? Um doce de leite, aproveitado do leite que talhou na geladeira.

Usando as cascas

Uma boa forma de evitar o desperdício é utilizar as cascas, que contêm fibras, além de talos e folhas de frutas e legumes para o preparo de pratos. Cascas da manga, goiaba, banana e pera dão sabor e valor nutricional para o preparo de bolos, tortas e até compotas. Já com a casca de vegetais é possível fazer bolinhos, saladas e recheios para tortas.

Aliados da beleza

As sobras de determinados alimentos também são ótimos agentes cosméticos. Utilize a casca da banana, misturada ao açúcar, para fazer uma esfoliação com propriedades umectantes. Já a casca da batata pode reduzir o inchaço ao redor dos olhos e aliviar os sintomas da acne. Para uma poderosa hidratação facial, friccione a parte do abacate com maior quantidade de polpa em seu rosto e, após alguns minutos, enxágue com água fria.

Utilidades domésticas

Para limpar áreas com gordura que não sejam sensíveis, aplique sal e bicarbonato de sódio e esprema um limão. Funciona como um potente desengordurante. Aproveite para colocar as cascas dentro de uma chaleira e esquentar água. Assim que começar a borbulhar, desligue o fogo e deixe descansar por uma hora, depois lave. Você notará que a chaleira não terá mais a parte interna escurecida.

Se você tem um aparelho de repelente de insetos que é ligado na tomada, substitua o tablete convencional por um pedaço de casca de laranja ou outra fruta cítrica. Estes alimentos são repelentes naturais de mosquitos.

O reaproveitamento de alimentos é uma solução não somente para conter o desperdício, mas também para diminuir a poluição e a geração de resíduos. Com uma pequena mudança de hábitos, é possível ter uma variedade de receitas e ainda economizar no fim do mês. Ao utilizar as sobras para consumo próprio, não se esqueça de dar preferência para os produtos orgânicos, que terão as cascas livres de agrotóxicos, pesticidas e outros defensivos agrícolas.

Leia também: Dicas para fazer uma festa junina sustentável